Prefeitura marechal
busque por título

Blog do Popa

18/06/2018 às 19:27

CACAU VISITOU OBRA QUE TRARÁ ÁGUA DO NIQUIM

 
O prefeito de Marechal Deodoro, Cláudio Filho Cacau, vistoriou, na manhã desta segunda-feira (18), a obra de ampliação do sistema de abastecimento de água de Marechal Deodoro. O projeto, orçado em R$18 milhões, está em fase inicial e irá aumentar em 35% a distribuição de água no município.

Após um pleito do prefeito Cacau, os recursos para a obra de ampliação do sistema de abastecimento de água de Marechal Deodoro foram garantidos junto ao Governo Federal. O projeto tem por objetivo melhorar o abastecimento de água no município, por meio de uma captação feita na nascente do Rio Niquim, localizada em Marechal Deodoro.

De acordo com a Secretaria Municipal de Infraestrutura e Obras, a ampliação está andamento há quatro meses e, por sua extensão, a obra tem execução a longo prazo, numa previsão de ser finalizada em dois anos. Nesta fase, já foi iniciada a implantação das tubulações na captação da água do Rio Niquim até o ponto de tratamento.

De todo o recurso, 90% do valor destinado é voltado a implantação da tubulação. A obra tem gerado emprego e renda para os munícipes e vai aumentar em 35% a distribuição de água em todo município, acabando com o problema da falta de água em Marechal Deodoro.

O prefeito de Marechal Deodoro, Cláudio Filho Cacau, destacou a importância da obra para o desenvolvimento da cidade.

“Essa obra é muito importante para Marechal Deodoro, pois vai resolver grande parte da falta de água que hoje assola nosso município. É uma grande obra que está em andamento e vai garantir que possamos avançar ainda mais. É assim que vamos garantindo melhorias na qualidade de vida da população deodorense e atendendo os seus pleitos”, ressaltou prefeito Cacau.

DO RECURSO

O recurso para a obra foi pleiteado pelo prefeito Cacau, junto a Fundação Nacional da Saúde (FUNASA). A reunião, realizada em Janeiro, no Ministério dos Transportes, Portos e Aviação, em Brasília, contou com a presença do ministro Mauricio Quintella; do presidente da Funasa, Rodrigo Sérgio Dias; do secretário municipal de Finanças, Marcus Jatobá; e do chefe de gabinete da Funasa, Guilherme Botelho.


 

Deixe seu comentário

0 comentários