Prefeitura marechal
busque por título

Blog do Popa

09/09/2019 às 20:04

SECRETÁRIO DE SAÚDE DO ESTADO ALEXANDRE AYRES, DEU SHOW DE BOLA NA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA

 
O secretário de Estado da Saúde, Alexandre Ayres, apresentou, ao parlamento alagoano, a prestação de contas referente ao terceiro quadrimestre de 2018 e ao primeiro de 2019. Os avanços e as ações realizadas na saúde estadual foram mostrados durante audiência pública promovida nesta segunda-feira (9), no plenário da Assembleia Legislativa do Estado (ALE), no Centro de Maceió.

Durante a sessão, que contou com a presença de técnicos da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), parlamentares, conselheiros de saúde, sindicalistas e membros da sociedade civil organizada, Alexandre Ayres mostrou os indicadores e a produção das unidades de saúde estaduais. Também foram apresentados os investimentos realizados na área, a exemplo da construção dos Hospitais da Mulher e Metropolitano.

“Depois de 40 anos sem investimentos em novos hospitais, Alagoas se encontra prestes a inaugurar o Hospital da Mulher. Uma unidade moderna e que será um marco na saúde pública alagoana, que irá contar com atendimento integral à saúde da mulher, das vítimas de violência sexual e da população LGBT”, ressaltou.

Em seu pronunciamento, o gestor da Sesau reforçou o compromisso da administração Renan Filho em assegurar a transparência nos gastos públicos. “O controle social e transparência são essenciais para que os princípios republicanos na administração pública sejam sempre observados”, destacou.

Redução da Mortalidade Infantil – Ainda durante a audiência, Alexandre Ayres apresentou os números referentes à redução da mortalidade infantil em Alagoas, cuja taxa corresponde a 12,39 óbitos a cada mil nascidos vivos. “Esse número é o mais baixo da história de Alagoas é reflexo dos investimentos realizados nesta área”, salientou o secretário de Estado da Saúde.

Ele declarou, no entanto, que os bons resultados não podem significar acomodação. “Os avanços devem ser celebrados, mas, o caminho ainda é longo e continuará a ser percorrido com seriedade e responsabilidade para que todos os alagoanos possam ter acesso à assistência cada vez mais qualificada”, reforçou Alexandre Ayres.

Mais Recursos – E para fortalecer a Atenção Primária nos municípios alagoanos, o secretário de Estado da Saúde anunciou a criação do Programa Saúde nas Cidades. “Com isso, o repasse anual para os municípios, que atualmente corresponde a R$ 11 milhões, vai passar para 21 milhões”, enfatizou.

Carla Cleto

Para dobrar os investimentos em saúde pública, Alexandre Ayres destacou a redução de gastos e a reavaliação dos contratos que resultou na organização das contas para investir na área assistencial. “Com o direcionamento correto dos gastos públicos, conseguimos investir, com recursos próprios, na construção de cinco novos hospitais, a exemplo do Hospital da Mulher, que será entregue ainda este mês, e duas UPAs na capital”, frisou.

O secretário de Estado da Saúde também lembrou sobre o lançamento do programa Dose Certa na Atenção Básica, onde foram distribuídos R$ 18 milhões em medicamentos para os 102 municípios. “E quanto ao atendimento aos pacientes que recebem medicamentos de alto custo, a Sesau lançou no último dia 30 de agosto o programa Remédio em Casa, onde iremos entregar medicamentos na residência de oito mil pessoas”, sentenciou.

Ayres ainda ressaltou as próximas ações da Sesau. “Após dezesseis anos de espera, iremos realizar concurso público ainda este ano. Vamos lançar o programa de Aquisição de Alimentos da agricultura familiar para as nossas unidades estaduais e até o fim do ano, iremos realizar os transplantes de fígado aqui em Alagoas”.

Presente a audiência pública, a deputada estadual Fátima Canuto ressaltou o caráter técnico e democrático da gestão estadual de saúde. “O secretário Alexandre Ayres soube escolher uma equipe de técnicos preparados para o desafio que é a evolução da assistência à saúde em Alagoas, além de ser um gestor que escuta a todos, incluindo profissionais e usuários da rede de saúde”, declarou. 


Texto de Fabiano de Paci

Deixe seu comentário

0 comentários