Prefeitura marechal
busque por título

Alagoas

AL24HS

24/08/2021 às 01:33

Adolescente morre ao tentar ajudar amigo vítima de descarga elétrica

 

(Créditos de imagem: Reprodução )

Morreu neste domingo, 22, no Hospital Geral do Estado (HGE), a adolescente Janice Santos de Vasconcelos, 13 anos, vítima de descarga elétrica, na Praia do Mirante da Sereia, no litoral Norte de Maceió. O domingo de lazer deu lugar à correria e desespero quando inicialmente um garoto de 10 anos pisou em um fio de alta tensão, solto na areia e recebeu a descarga elétrica.

Os bombeiros contam que Janice correu, empurrou o amigo e acabou recebendo a descarga elétrica. A adolescente sofreu uma parada cardiorrespiratória e foi reanimada, após cerca de 40 minutos de trabalho incasável dos bombeiros. Em nota o HGE confirma que ela deu entrada na unidade por volta das 17h e morreu, às 22h45 na área vermelha.

Já o menino, de 10 anos, estava consciente, apresentando queimaduras e lesões nos pés. De acordo com informações do Samu, ele também foi levado para o HGE.

Populares registraram a correria em vídeos, que circulam na internet. Em um deles, um cidadão confirma que os garotos se feriram após pisarem em um fio de alta tensão, que estava solto na areia.

O Alagoas 24Horas entrou em contato com a Equatorial Energia Alagoas, que confirmou o fato e destacou que foi possivelmente causado por uma ligação clandestina de energia. Confira a nota na íntegra:

“Sobre o acidente ocorrido no último domingo (22), na Paria do Mirante da Sereia, a Equatorial Energia Alagoas informa, que uma equipe técnica esteve no local para fazer os reparos necessários e constatou que o cabo de energia se rompeu quando, de acordo com informações coletadas com a população, um terceiro tentava fazer uma ligação clandestina na rede da distribuidora.

As ligações clandestinas, o popular “gato” e ligações improvisadas de energia comprometem a qualidade do fornecimento, o que pode provocar oscilação e a falta de energia na região. Além disso, põe em risco a segurança da população já que os desvios não atendem os padrões de fornecimento, ocasionando o rompimento de cabos, curtos-circuitos e até mesmo incêndios.

A Equatorial lamenta o acontecimento e orienta as pessoas que não façam ligações clandestinas. A distribuidora orienta ainda que se alguém for vítima de choque elétrico, não se deve tentar tocar na pessoa que está recebendo a descarga. A melhor forma de ajudar é desligar o disjuntor ou chave geral e ligar para emergência no 193 ou 192. Se o acidente for em via pública, além das orientações já mencionadas através do 193 e 192, é preciso acionar a Equatorial através do telefone 0800 082 0196 para que seja feito o desligamento da energia.” 

Deixe seu comentário

0 comentários