Prefeitura marechal
busque por título

Alagoas

Al24hs

12/10/2018 às 10:56

Após morte de adolescente, emissário amanhece com portões e faixas de isolamento

 

(Créditos de imagem: Jorge Farias/Alagoas 24 Horas)

O adolescente Vitor Gabriel, de 14 anos, que desapareceu após pular do emissário, na Praia do Sobral, no Trapiche da Barra e foi encontrado no dia seguinte, viraria simbolo para evitar novas tragédias na região. Essa foi a fala do tenente-coronel Burity, do Corpo de Bombeiros Militar de Alagoas (CBM/AL) após trabalhos que encontraram o corpo do adolescente na última terça-feira (9).

Na manhã desta sexta-feira (12), as pessoas que passarem pelo emissário podem perceber a presença de portões e faixas de isolamento, instalados pela Casal, que são, segundo o tenente, medidas provisórias para evitar novas tragédias até que uma medida definitiva seja tomada.

Em vídeo divulgado nas redes sociais, Burity faz um apelo para que os objetos instalados no local não sejam alvo de vandalismo. “Sabemos que é paleativo, mas irão botar um melhor do que esse, mas já está fixado e com segurança durante todo o dia”, disse.






O caso

Vitor Gabriel junto com dois amigos da mesma faixa etária – uma moça e um rapaz -, teriam saído das atividades de jogos escolares promovidos pela escola particular onde eles estudam, no bairro do Vergel do Lago, e decidido ir até o Emissário Submarino para se divertir. Eles teriam pulado no mar, quando o garoto submergiu e desapareceu.

Um surfista que estava no local percebeu que os jovens estariam se afogando e auxiliou a adolescente a sair da água. Ela precisou ser encaminhada ao Hospital Geral do Estado (HGE) para receber atendimento médico, mas não há informações sobre seu estado de saúde.

Ainda segundo o surfista, Vitor já estava desacordado quando ele tentou salvá-lo, e não conseguiu salvá-lo. 

Deixe seu comentário

0 comentários