Prefeitura marechal
busque por título

Alagoas

TNH1

09/07/2019 às 07:02

Cão abandonado em residência é diagnosticado com leishmaniose

 

(Créditos de imagem: CBMAL)

O cão Guerreiro, abandonado pelos donos há meses em uma residência, em Penedo, foi diagnosticado com leishmaniose, doença infecciosa transmitida pela picada de insetos. A informação foi confirmada pelo veterinário Wanderson Nemésio, que cuida do animal desde o início desta tarde.

Segundo ele, uma mulher, que seria a antiga moradora da casa onde o cachorro foi encontrado, teria informado que Guerreiro estava doente e, por isso, deixou o bicho para trás. Um exame foi realizado nesta tarde e confirmou a infecção do dogue alemão.


A leishmaniose é uma enfermidade que pode ser transmitida para seres humanos e, como o cão é portador do parasita, os moradores da região poderiam ser infectados com a presença do animal na localidade. “Pôs em risco a vida da população e do animal. Quando o animal é diagnosticado com a doença, se tem que tomar duas decisões, ou trata ou faz a eutanásia”, disse Nemésio.

Para o veterinário, a situação de Guerreiro pode ser revertida. O cão pode ficar como portador, mas curado. "Tem que ficar monitorando ele de seis em seis meses, ele vai tomar medicação, fazer exame, para saber se ele está em um estado de portador ou de transmissor. E vai usar uma coleira repelente", destacou.






"Há tratamento com medicamento via oral e os procedimentos podem ser feitos em casa, como também uma imunoterapia com vacinas contra a leishmaniose. Eu posso hospedá-lo e fazer o tratamento", continuou Nemésio.

O veterinário disse também que o animal conta com o auxílio da Amigos Penedenses Protetores de Animais (APPA), que vai promover um evento no próximo dia 27 para ajudar nos custos do tratamento.

“Um festival de doces vai ser realizado. Pessoas doaram doces, salgados, bolos… A entrada será comercializada por R$ 10 para arrecadar fundos para tratamentos de animais, assim como Guerreiro”, afirmou.

Quem tiver o interesse em ajudar com doações para o tratamento do cão pode entrar em contato com o veterinário, através do número de telefone (82) 98173-8349.

Resgate do cão

Com sinais de maus tratos, o cachorro da raça dogue alemão, apelidado de Guerreiro por funcionários da clínica que o acolheu, foi resgatado em uma residência na Rua Surubim, em Penedo, na região do Baixo São Francisco, por militares do Corpo de Bombeiros, na manhã de hoje (08). Ele foi abandonado pelos donos há aproximadamente seis meses e estava amarrado em um dos cômodos da casa.

O cão foi encontrado com a musculatura fragilizada, desnutrido e com problemas na articulação. Guerreiro também apresentou ferimentos pelo corpo, pois estava deitado boa parte do tempo, e magreza exagerada. 

Deixe seu comentário

0 comentários