Prefeitura marechal
busque por título

Alagoas

gazetaweb

08/11/2017 às 05:33

Consumidores se queixam de novo reajuste no preço dos combustíveis

Petrobras autorizou o reajuste de 2,3% para a gasolina e 1,9% para o diesel em todo o país  

(Créditos de imagem: Reprodução)

O novo reajuste autorizado pela Petrobras ainda não chegou às bombas dos postos de combustíveis em Alagoas, mas já gerou reclamação dos consumidores. O reajuste nas refinarias de 2,3% no preço da gasolina e 1,9% do diesel já passou a vigorar a partir desta terça-feira (7) em todo o país.

Para o empresário Rodrigo Carnaúba, os constantes reajustes nos preços dos combustíveis é reflexo de erros do passado e que a população é quem paga por isso. Além disso, ele destaca que o aumento reflete não só para os motoristas, mas também no preço de vários produtos.

"Estamos pagando uma conta pesada que ainda vai nos custar muito dinheiro, fora a esfera federal, temos uma alta carga estadual, que teve um aumento de imposto no início deste governo, com a justifica de equalização de contas, no fim quem paga somos nós. influência no dia a dia de todos, desde a energia das termelétricas, transporte público, navios, Caminhões , frete em geral. Em resumo a conta chega para todos.", comentou.

Com essa mudança de preços, um alerta também é ligado para os possíveis excessos cometidos pelos postos de combustíveis. Segundo o fiscal do Procon de Alagoas, Roberto Melo, o órgão deve reforçar a fiscalização nos estabelecimentos para evitar que o consumidor seja lesado.

"Vamos monitorar os preços agora e depois que o reajuste entrar de fato. É claro que sabemos que o valor vai aumentar, mas não podemos deixar que aumente para valores exorbitantes", explicou.

Por fim, Roberto destacou que o órgão, em breve, passará a fiscalizar a qualidade dos combustíveis de Alagoas. Segundo ele, os profissionais realizaram um treinamento junto a Agência Nacional de Petróleo (ANP), para estarem capacitados para realizar os testes. 

Deixe seu comentário

0 comentários