Candidato Digital
busque por título

Greve

Gazetaweb

14/03/2018 às 12:19

Greve dos servidores do Detran é encerrada; serviços são retomados nesta quinta

Decisão pelo fim da paralisação foi tomada durante assembleia nesta manhã 

(Créditos de imagem: Ilustração )

greve dos servidores do Detran [Departamento Estadual de Trânsito em Alagoas] está encerrada. A informação foi confirmada à Gazetaweb, na manhã desta quarta-feira (14), pelo diretor-presidente do órgão no Estado, Antônio Carlos Gouveia.

As atividades em todos os setores, que estavam paralisadas há mais de 40 dias, já devem ser retomadas nesta quinta-feira (15).

A decisão pelo fim da paralisação, mesmo sem que o pleito dos servidores fosse atendido, foi tomada pela maioria presente em assembleia, realizada nesta manhã, na sede do órgão, no bairro do Tabuleiro do Martins.

De acordo com Gouveia, uma reunião nesta quinta-feira vai definir qual estratégia deve ser tomada para dar conta da grande demanda acumulada durante o período de greve. A proposta inicial é que sejam feitos mutirões e adotada uma extensão do horário do expediente dos servidores diariamente.

Uma audiência foi agendada para a próxima terça-feira (20), na sede da Secretaria de Estado de Gestão e Patrimônio, para voltar a discutir a questão salarial, principal reivindicação da categoria. Portanto, a pauta dos servidores não foi atendida ainda.

Em acordo com o governo, a categoria foi informada de que os salários de fevereiro, que foram suspensos, serão liberados.

"A categoria entendeu, mesmo sem ter o pleito atendido, que era necessário buscar alternativas viáveis para atender a população, que já estava penalizada com todos estes dias de greve", afirmou Antônio Carlos Gouveia.

O presidente do Detran informou que os usuários que tinham serviços agendados no Detran terão, automaticamente, a data de atendimento alterada no site. Basta fazer uma nova consulta a partir desta quinta-feira.

Sobre a realização de concurso público para o Detran, uma das reivindicações da categoria, Antônio Carlos Gouveia falou que um certame deve ser realizado em breve, ofertando 40 vagas, número menor que o solicitado pelos servidores. "O estado não tem condições, nesse momento, de ofertar mais vagas. Desde o primeiro momento, já foi dito que o concurso está autorizado para 40 vagas. Só precisa agora a Secretaria da Fazenda dar o cumprimento das formalidades. Esse processo ficou parado nesse período de greve porque o sindicato queria 140 vagas, mas agora vamos retomar para que isso fique no que já estava antes acordado. Mas isso tem que ser dito e aprovado pelo governador do estado", falou.  

Deixe seu comentário

0 comentários