busque por título

Alagoas

TNH1

30/07/2022 às 09:55

Irmãos mortos após afogamento no Canal do Sertão teriam pego carroça escondidos do pai

 

(Créditos de imagem: Correio Noticias)

Os irmãos Jadson Caetano da Silva, de seis anos, e Sophia Caetano da Silva, de quatro anos, que morreram afogados após caírem no Canal do Sertão, no município de Senador Rui Palmeira, no interior de Alagoas, estavam acompanhados de dois irmãos mais velhos e teriam pego a carroça escondidos do pai instantes antes do acidente.

Segundo informações passadas à reportagem, as quatro crianças subiram na carroça, puxada por um burro, e iniciaram o passeio. Ao passarem pelas margens do canal de transposição do Rio São Francisco, os meninos perderam o controle do animal que teria se assustado quando passava próximo da água e provocado o acidente.

O Corpo de Bombeiros confirmou que os irmãos sobreviventes caíram fora do canal. Já Jadson e Sophia não conseguiram pular antes e foram arremessados para dentro da água. Como não conseguiram sair, eles se afogaram no canal.

Além do Corpo de Bombeiros, o Samu e a Polícia Militar estiveram na localidade. O IML também foi acionado para o recolhimento dos corpos dos dois irmãos. Eles serão liberados para a família para sepultamento após exame de necropsia.

Corpo de Jadson foi encontrado horas depois do acidente - O corpo do menino de seis anos que havia desaparecido ao cair no Canal do Sertão, depois do tombamento da carroça, foi encontrado pelo Corpo de Bombeiros na noite de sexta-feira, 29. A irmã dele, Sophia Caetano da Silva, de quatro anos, foi localizada sem vida logo depois do acidente. Os dois foram vítimas de afogamento.

O Corpo de Bombeiros confirmou que, ao chegar no local, o corpo da menina já estava sob os cuidados da Polícia Militar após o óbito constatado pelo Samu. Ela foi encontrada boiando na água.

Já o cadáver de Jadson foi localizado por volta das 20h30 pela guarnição do ABT 08. Os bombeiros realizaram uma varredura com uso de cordas e pesos no meio, vindo a encontrar o menino. Os militares então entraram no canal e retiraram o cadáver. 

Deixe seu comentário

0 comentários