Prefeitura marechal
busque por título

Alagoas

gazetaweb

07/02/2018 às 17:50

Procon Maceió autua cinco agências bancárias por demora no atendimento

Bancos foram multados em R$ 5 mil durante fiscalização que teve início nessa terça-feira 

(Créditos de imagem: Divulgação)

Desde essa terça-feira (6), equipes do Procon Maceió fiscalizam agências bancarias instaladas na capital alagoana. Durante a ação que busca percorrer 25 agências até esta quinta-feira (08), os fiscais do órgão constataram que alguns clientes chegaram a ficar mais de uma hora aguardando atendimento. Até esta quarta (07), cinco agências foram autuadas, sendo multadas em R$ 5 mil cada.

De acordo com o diretor executivo do Procon Maceió, Leandro Almeida, as agências autuadas não respeitaram o tempo máximo permitido por lei, que é de 30 minutos. Apesar dos flagrantes, todos os bandos podem recorrer das notificações.

Almeida destacou, ainda, que as equipes fiscalizaram as unidades que até então não tinham sido alvos de reclamação por parte dos usuários. Porém, segundo ele, é fundamental que a população registre o horário que entrou na agência, além do instante em que foi atendido.

"De posse dessas informações, o usuário já pode fazer sua denúncia junto ao Procon. O órgão vem atuando para garantir que as agências bancárias realizem regularmente o atendimento dentro da lei, assegurando ao usuário o cumprimento da legislação", expôs.

O diretor do Procon apontou, também, que, havendo reincidência no descumprimento da lei, o banco pode ser, inclusive, fechado. Para qualquer esclarecimento, a população pode entrar em contato com o Procon Maceió pelo telefone 0800 082 4567. A sede do órgão está localizada no prédio da Secretaria Municipal de Economia (Semec), na Rua Pedro Monteiro, nº 47, Centro.  

Deixe seu comentário

1 comentários

  • Enviado em 07/02/2018

    Por Ronaldo

    Se vi a Boca da Mata fecha banco, tamborete, cadeiras e até encostos, ninguém passa menos de três horas em espera. O primeiro a ser atendido espera mais de duas horas, no mínimo.