Prefeitura marechal
busque por título

Diálogo

agencia Alagoas

22/06/2018 às 06:05

Segurança Pública recebe representantes de movimentos LGBTI+ de AL

Encontro discutiu ações de segurança e outras estratégias entre partes envolvidas 
Segurança Pública recebeu movimentos LGBTI de Alagoas

(Créditos de imagem: Vanessa Siqueira) Segurança Pública recebeu movimentos LGBTI de Alagoas

O secretário da Segurança Pública, Lima Júnior, recebeu nestaa quinta-feira (21), representantes do movimento LGBTI+ de Alagoas. O encontro teve como objetivo discutir os últimos casos de homicídio contra homossexuais e outros temas.



Durante a reunião foram discutidas ações estratégicas para investigar os últimos crimes ocorridos contra homossexuais no Estado. A Polícia Civil está apurando as mortes e dará uma resposta com a prisão dos autores dos crimes.



No encontro também houve diálogo para viabilizar a construção de um grupo de trabalho, com a participação de secretarias de Estado e representantes de várias esferas. "A reunião foi solicitada e de pronto acionei a Polícia Civil e Secretaria da Mulher para discutir estratégias, mostrar o que tá sendo feito e o que será feito. Não vamos permitir impunidade. A Polícia trabalha para identificar e prender os autores e tenho certeza que daremos as respostas", afirmou o secretário da Segurança Pública Lima Júnior.



Já a Secretaria da Mulher e Direitos Humanos, Maria José, contou qd e recebeu representantes de grupos LGBTI nesta quarta feira e ofereceu apoio para as famílias."A Secretaria da Segurança Pública nos atendeu de pronto e vamos discutir várias coisas e principalmente como dar respostas à sociedade sobre os crimes ocorridos", disse.



Participaram da reunião o secretário da Segurança Pública, Lima Júnior, a Secretaria da Mulher e de Direitos Humanos, Maria José da Silva, o delegado-geral da Polícia Civil, Paulo Cerqueira, o coordenador da Delegacia de Homicídios da Capital, Eduardo Mero, representantes dos movimentos LGBTI+ de Alagoas e da Secretaria de Desenvolvimento e Assistência Social.

 

Deixe seu comentário

0 comentários