Prefeitura marechal
busque por título

Alagoas

Claudia Galvão/Al24hs

30/11/2017 às 07:09

Téo Vilela é alvo de operação da PF por fraudes no Canal do Sertão

 

(Créditos de imagem: Divulgação)

O ex-governador Teotônio Vilela Filho está sendo alvo de uma operação da polícia federal desencadeada na manhã desta quinta-feira (30) e denominada Caribdis, que visa ao cumprimento de 11 mandados de busca e apreensão expedidos pela 2ª Vara Federal. Os mandados estão sendo cumpridos em Maceió, Salvador e Limeira, no interior de São Paulo.


A operação visa recolher provas para inquérito que investiga supostas fraude em licitação, desvio de verbas públicas, corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa comentido durante a construção do Canal do Sertão, no período de 2009 a 2014. Além de Vilela, o gestor da Seinfra há época também esta sendo alvo de investigação, além de outros indivíduos ligados às citadas empresas e órgãos públicos.

A investigação chegou às suspeitos graças à deleção premiada e relatórios do Tribunal de Contas da União, envolvendo pagamentos da ordem de mais de R$ 33 milhões à Construtora Norberto Odebrecht.

Também está sendo apurado na investigação a existência de acordo de divisão de lotes da obra com a Construtora OAS.

Todo o material arrecadado será encaminhado à Superintendência da PF em Alagoas, onde será analisado. A soma das penas máximas atribuídas aos delitos citados pode chegar a 46 anos de prisão.

 

Deixe seu comentário

0 comentários