Prefeitura marechal
busque por título

Brasil/Mundo

18/05/2020 às 16:50

Conheça as vantagens do Cadastro Único e saiba como se inscrever

 

(Créditos de imagem: )

O Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal é um projeto que atua com a identificação e caracterização de famílias brasileiras carentes. Dessa forma, o CadÚnico, como também é chamado, organiza as informações dessa população para que seja possível elaborar políticas públicas de assistencialismo.

Portanto, conheça as diversas vantagens do Cadastro Único e saiba como se cadastrar no programa.

Quais as vantagens do Cadastro Único

Como programa federal de identificação de famílias em situação de pobreza e extrema pobreza, o Cadastro Único busca conhecer a realidade das pessoas carentes.

Por este motivo, é fundamental que essa população se inscreva no CadÚnico, pois a partir da inscrição, o programa atua no melhoramento dos benefícios que passam por ele.

Desse modo, diversos benefícios e programas sociais usam o CadÚnico como forma de seleção dos seus beneficiários; ou seja, para participar deles, é preciso estar inscrito no Cadastro Único.

Os benefícios que utilizam o Cadastro Único como base de seleção são os seguintes:

• Carteira do Idoso;
• Bolsa Família;
• Minha Casa, Minha Vida;
• Bolsa Verde – Programa de Apoio à Conservação Ambiental;
• PET – Programa de Erradicação do Trabalho Infantil;
• Programa de Fomento às Atividades Produtivas Rurais;
• Aposentadoria para pessoa de baixa renda;
• Programa Brasil Carinhoso;
• Programa de Cisternas;
• Telefone Popular;
• Carta Social;
• Pro Jovem Adolescente;
• Tarifa Social de Energia Elétrica;
• Passe Livre para pessoas com deficiência;
• Isenção de Taxas em Concursos Públicos.

Além disso, os inscritos no Cadastro Único têm direito ao auxílio emergencial, pago em razão da crise pelo novo Coronavírus.

Portanto, saiba como efetuar a inscrição no Cadastro Único, pois uma vez realizada, a família poderá participar dos programas e usufruir dos diversos benefícios oferecidos.

Como se inscrever no Cadastro Único


Para que seja possível se inscrever no CadÚnico, a família precisa cumprir um dos seguintes critérios de renda:

• Ganhar até meio salário mínimo por pessoa;
• Ganhar até 3 salários mínimos de renda mensal total.

Além disso, para se inscrever no Cadastro Único é preciso que uma mulher (preferencialmente), de no mínimo 16 anos e que seja integrante da família, residindo na mesma casa, se dirija até a unidade do CRAS no município em que reside, portando os principais documentos de toda a família.

No entanto, é possível realizar a inscrição de forma online.

A mudança foi tomada pelo Ministério da Cidadania, publicada no Diário Oficial da União, por meio da Portaria nº 368/2020, tendo em vista a pandemia da Covid-19, mas fica a cargo dos estados e municípios que podem realizar os cadastros e atualizações por telefone ou através de outro meio eletrônico.

Portanto, a Responsável Familiar prestará informações sobre a família, bem como terá que atualizar o cadastro a cada dois anos.
 

Deixe seu comentário

0 comentários