Prefeitura marechal
busque por título

Tragédia

Noticias ao minuto

07/07/2018 às 10:59

Policial se mata após atirar em jovem e reconhecer que vítima era filho de amigo

Agente teria atingido filho de um amigo que também é policial civil 

(Créditos de imagem: Ilustração)

A ação de um policial civil deixou um jovem de 21 anos morto e dois feridos na noite desta sexta-feira (6) no bairro Jesus de Nazaré, em Macapá. O agente Jorge Henrique Banha teria confundindo as vítimas com assaltantes e ao perceber o erro, atirou na própria cabeça. As informações são do G1.

Segundo informações da Polícia Militar, Banha passava na frente de uma distribuidora de bebidas, quando viu dois jovens, que são primos, em um carro branco. O policial achou que eles estivessem assaltando o local.

“Os rapazes estavam comprando bebida. Ainda não sabemos a motivação, mas a suspeita é que o policial passou em frente ao comércio e imaginou que se tratava de assalto. Ele começou a disparar a esmo. Foram mais de 10 disparos de uma pistola institucional”, afirma a capitã Danúbia Murici.

Testemunhas afirmam que os envolvidos no caso se conheciam. Um dos feridos é filho de outro policial civil, amigo de Banha. A PM acredita que o policial teria decidido se matar após reconhecê-lo. O jovem levou três tiros no peito. A vítima foi encaminhada Hospital de Emergências (HE), onde passou por cirurgia.

O jovem morto foi identificado Ronald William de Oliveira, de 21 anos. Ele foi baleado duas vezes, pelas costas, e morreu no local. A terceira vítima é a dona do bar, que foi atingida de raspão no abdômen.

Banha chegou a ser socorrido e levado para o HE, mas não resistiu aos ferimentos. 

Deixe seu comentário

0 comentários