busque por título

Brasil/Mundo

TNH1

07/07/2020 às 12:51

Veja como será o pagamento das quatro parcelas do Auxílio Emergencial em julho e agosto

 

(Créditos de imagem: Ilustração )

A forma de pagamento da prorrogação do Auxílio Emergencial em mais parcelas já foi combinada entre o ministro Paulo Guedes, interlocutores do meio político e o presidente Jair Bolsonaro.

De acordo com o decreto assinado pelo presidente no dia 30 de junho, última terça-feira, mais duas parcelas devem ser pagas, que vão somar R$ 1.200,00, ou seja cada uma de R$ 600.

Mas as parcelas não serão pagas de uma vez, como acontece até o momento, mas dividas entre o final de julho e início e final de agosto, de forma que sejam quatro parcelas, não duas.

Entenda

Ao final de julho seriam pagos R$ 500, já nos primeiros dias de agosto deve sair outra parcela de R$ 100. Ao final de agosto o auxílio termina com mais duas parcelas, ambas de R$ 300.

Final de julho: R$ 500
Início de agosto: R$ 100
Final de agosto: R$ 300
Final de agosto: R$ 300

A princípio, o dinheiro será liberado pela poupança social digital, podendo ser movimentado pelo aplicativo Caixa Tem. Pelo app é possível pagar contas, boletos e fazer compras online por meio de cartão virtual gerado no app.

Antes da definição dos valores das parcelas indicado acima, a proposta inicial do governo federal era de prorrogar o benefício por mais três meses, reduzindo a valor de cada parcela de forma decrescente, para R$ 500, R$ 400 e R$ 300, respectivamente. Mas com informado, não será mais assim.

Por meio da prorrogação do benefício criado para auxiliar trabalhadores informais, dentre outros grupos sociais, a Caixa estima que 65 milhões de pessoas que tiveram o cadastro aprovado vão receber as quatro parcelas seguintes.

Em discurso durante a apresentação do decreto no Palácio do Planalto, o presidente do banco, Pedro Guimarães, afirmou: “Temos 65 milhões de pessoas aprovadas, temos um milhão de pessoas que a Dataprev ainda está analisando, então todas essas pessoas receberão não só as três parcelas, mas agora as cinco parcelas.” 

Deixe seu comentário

1 comentários

  • Enviado em 07/07/2020

    Por wellington Amorim dos santos

    Dia 3 de julho era pro meu auxílio ter caido no caixa tem mais nem consigo nem entra no aplicativo do caixa tem pra ve si tem algo na conta digital até agora nada e olhe que que tenho conta na caixa hemm.