Prefeitura marechal
busque por título

Emprego

concursando

08/11/2018 às 11:33

Concurso público da Sefaz é autorizado; salários podem alcançar R$ 11.500

Sai autorização e concurso da Sefaz fica ainda mais próximo 

(Créditos de imagem: Dixulgação)

O governador do Estado de Alagoas, Renan Filho, despachou nesta quinta-feira, 08, no Diário Oficial do Estado, a autorização para o concurso público que provê vagas para os cargos de Auditor Fiscal da Receita Federal (AFRE) e Auditor de Finanças e Controle de Arrecadação da Fazenda Estadual (AFCA). Com os autos encaminhados à Secretaria de Estado do Planejamento, Gestão e Patrimônio (SEPLAG), fica ainda mais próxima a abertura do certame.

Em outubro deste ano, as expectativas com a aproximação do concurso da Sefaz foram oxigenadas com a declaração do órgão de que o edital estava previsto para ser lançado neste mês de novembro. Segundo informações repassadas pela assessoria, devem ser disponibilizadas no mínimo 80 vagas de nível superior, sendo 45 para o cargo de Auditor Fiscal da Receita Estadual (AFRE) e 35 para Auditor de Finanças e Controle de Arrecadação (AFCA).

Ainda segundo a Sefaz, as provas deverão ser realizadas em fevereiro ou março de 2019. O salário inicial é de aproximadamente R$ 11. 500 para Auditor Fiscal da Receita e R$ 8.050 para Auditor de Finanças. Embora a banca organizadora do concurso ainda não tenha fechado detalhes sobre as avaliações e outros detalhes alusivos ao certame, há previsão de que haja provas objetivas e discursivas.

Hora de estudar!!

No que diz respeito às avaliações objetivas, a perspectiva é de que caiam as seguintes disciplinas para AFRE: Informática, Português, Legislação Tributária do ICMS, Direito Constitucional, Direito Administrativo, Direito Tributário, Direito Civil, Direito Penal, Contabilidade Privada, Estatística, Noções de Economia e Raciocínio Lógico.

Já para o cargo de AFCA, é possível que sejam cobradas as disciplinas de: Informática, Português, Economia, Direito Constitucional, Direito Administrativo, Direito Tributário, Finanças Públicas, Estatística, Contabilidade Pública, Raciocínio Lógico. 

Deixe seu comentário

0 comentários