Prefeitura marechal
busque por título

Esportes

gazetaweb

30/11/2019 às 06:35

Argel Fucks dispara contra CSA em apresentação no Ceará: 'Patamar diferente'

Gaúcho deixou o Azulão na madrugada desta sexta-feira (29), logo após a vitória sobre o Cruzeiro, por 1x0, em Minas Gerais 

(Créditos de imagem: THIAGO GADELHA/SVM)

A apresentação do técnico Argel Fucks, ex-CSA, agora comandante do Ceará, resguardou uma frase não esperada pela torcida maruja. Em coletiva, nesta sexta-feira (29), ele aproveitou para deixar claro que o Vozão está em um "patamar diferente" em relação ao CSA, parafraseando a declaração polêmica do atacante do Flamengo, Bruno Henrique, quando o atleta rubro-negro se referiu ao time do Vasco após empate por 4x4, em jogo pela 34ª rodada da Série A.

"Com todo o respeito ao CSA, mas o Ceará é um degrau acima neste momento. Estava no CSA, o caçula da competição, com menor investimento. O clube estava há 30 anos sem disputar a Série A. Agora, é um patamar diferente", disse Fucks.

Argel deixou o Azulão na madrugada desta sexta-feira (29), logo após a vitória sobre o Cruzeiro, por 1x0, em Minas Gerais. Na zona mista do Mineirão, Fucks comentou sobre o assunto com o repórter Vinícius Silveira, da Rádio 98, de Belo Horizonte-MG e afirmou que a investida cearense era "muito forte".

"Entendi, juntamente com a minha comissão, que era o momento de a gente ir para um desafio diferente. Saímos daqui [CSA] e deixamos a equipe viva na competição. A gente vai para o Ceará para um desafio muito grande, que é a permanência", declarou.

O desafio da permanência era algo buscado por Argel Fucks desde a sua chegada ao Azulão (atual 18º), bem como acontecerá no Vozão (atual 16º). Desta maneira, com as situações similares na competição, a opção de trocar seis por meia dúzia não foi engolida pela diretoria do CSA, que reagiu com fortes palavras, sobretudo ao presidente do Ceará, Robinson de Castro.
"Que ele [Robinson] arrume bastante dinheiro para pagar as indenizações por quebra de contrato. Eu acho isso uma molequice, uma falta de ética, falta de caráter", criticou o presidente Rafael Tenório.

Ainda em coletiva nessa sexta, Fucks lembrou que a missão de livrar o Ceará do rebaixamento é complicada e terá apenas três jogos para isso. Porém, ter pouco tempo de trabalho frente as equipes que comandou, segundo ele, não é novidade.
"Vamos nos adaptar rapidamente. Terei a conversa, mas vai ter a parte do trabalho. Só se acerta uma equipe jogando e treinando. Quando vim para cá sabia que teria pouco tempo e comprei a ideia. Nos clubes que eu passei, sempre tive pouco tempo de preparação", lembrou.

Argel deixou o CSA após 26 partidas pelo Brasileirão, sendo 7 vitórias, 5 empates e 14 derrotas. O ex-zagueiro acumula na carreira como treinador dois rebaixamentos na Série A: Internacional (2016) e Vitória (2017).

Nesta reta final do Brasileirão, o ídolo Jacozinho estará com a missão de livrar o CSA do rebaixamento à Série B de 2020. O primeiro compromisso de Jacó frente no cargo é contra o Bahia, no domingo (1), às 18h, no Trapichão. No mesmo dia, mas às 19h, o Ceará de Argel Fucks, terá pela frente o Athletico Paranaense, no Castelão.
 

Deixe seu comentário

0 comentários