Candidato Digital
busque por título

Copa do Brasil

afi

16/02/2018 às 07:20

Galo sofre mas vence nos pênaltis e avança; CSA está fora da Copa do Brasil

Veja o vídeo da decisão nos pênaltis do CRB 

(Créditos de imagem: AFI)

Foi sofrido mas o CRB conseguiu conquistar a classificação para a terceira fase da Copa do Brasil. Na noite dessa quinta-feira, o Galo alagoano visitou e venceu o Novo Hamburgo-RS, nos pênaltis, pelo placar de 4 a 3 após o tempo regulamentar ter terminado em 1 a 1. O goleiro João Carlos defendeu duas cobranças e se destacou na classificação do time alagoano.

O CRB até saiu na frente com um gol de Neto Baiano no começo da primeira etapa mas não segurou a pressão e acabou levando o empate por meio dos pés de Ricardo Lobo. Porém nos pênaltis, o time alagoano ficou com a melhor. Na próxima fase o Galo irá enfrentar o São Paulo que venceu o CSA, também na noite dessa quinta.

PRIMEIRO TEMPO

Jogando em casa, o Novo Hamburgo ditava o ritmo da partida nos primeiros minutos, principalmente em jogadas rápidas pelos lados do campo e chuveiradas na área, mas encontrava o CRB bem postado, pronto para encaixar um contra-ataque e abrir o placar. Apesar disso a primeira chance de perigo veio mesmo pelos lados do time gaúcho.

Aos oito minutos, Lito cruzou na área, o goleiro tentou afastar mas a bola sobrou para Jean Silva, que mesmo de frente para o gol perdeu um gol incrível. O Novo Hamburgo continuou em cima e aos 11 teve mais uma boa chance, quando David soltou o pé de fora da área e obrigou João Carlos a fazer um difícil defesa. Aos 29 foi a vez de Jean Silva ter mais uma boa chances, mas chutou pra fora.

No fim da primeira etapa, apesar de toda pressão adversária foi o CRB que abriu o placar. Aos 46 minutos, Neto Baiano aproveitou a falha da defesa adversária para invadir a área e na saída do goleiro estufar as redes. Até por conta disso, o primeiro tempo terminou mesmo com a vitória parcial dos visitantes.

SEGUNDO TEMPO


Precisando do empate para seguir vivo na briga pela classificação, o Novo Hamburgo voltou para o segundo tempo fazendo pressão na área adversária. A melhor chance veio aos 12 minutos, quando Juninho apareceu entre os zagueiros e desviou de cabeça, mas a bola saiu por cima do gol. Enquanto isso, o CRB só sabia se defender e pouco criava para assustar a equipe adversária.

Após tanta pressão o Novo Hamburgo conseguiu empatar. Aos 30 minutos, o estreante da noite Ricardo Lobo apareceu sozinho na área para deixar tudo igual no placar. A partir daí que o CRB acordou e passou a procurar seu segundo gol. Aos 32, Willians Santana fez bela jogada pela esquerda e tocou para Neto Baiano, que chutou cruzado mas a bola saiu pela linha de fundo.

DECISÃO DA VAGA FICOU PARA OS PÊNALTIS

Na disputa de pênaltis, o CRB levou a melhor para avançar para a próxima fase da Copa do Brasil. O time alagoano se garantiu com duas defesa de João Carlos, primeiro no chute do meio-campo Zotti e depois contou com Assis ter chutado para fora. Nos restante todos os jogadores acertaram as cobranças e por isso o placar terminou em 4 a 3.






CSA perde para o São Paulo



O São Paulo está garantido na terceira fase da Copa do Brasil. Com gols de Nenê e Cueva, a equipe paulista bateu o CSA por 2 a 0, no Rei Pelé, em Maceió, pela segunda fase da competição.

PRIMEIRO TEMPO EQUILIBRADO

A partida foi equilibrada na primeira etapa, com o São Paulo com mais posse de bola, mas com dificuldade para se infiltrar na defesa do CSA, enquanto o time da casa chegava com perigo nos contragolpes, principalmente explorando as laterais.

Leandro Kível e Giva chegaram a assustar com chutes de fora da área, mas o goleiro Sidão foi seguro nos lances em que foi exigido e garantiu o empate até o intervalo sem sustos.

CLASSIFICAÇÃO GARANTIDA

Tudo mudou no início da segunda etapa. Logo aos três minutos, Marcos Guilherme tabelou com Cueva, foi ao fundo e rolou para Nenê completar para as redes e abrir o placar.

Precisando sair mais para buscar o empate, o CSA se abriu e acabou sofrendo com contra-ataques. Aos 16 minutos, Diego Souza foi lançado cara a cara com o goleiro Mota, que o derrubou. O pênalti foi marcado e Cueva cobrou com tranquilidade para garantir a vitória.

No final, o jogo ficou bem controlado pela equipe paulista, que administrou a vitória sem perigo. Destaque ainda para a estreia de Valdívia, que entrou aos 21 minutos no lugar de Nenê e teve atuação discreta nos seus primeiros lances como jogador do São Paulo. 

Deixe seu comentário

0 comentários