Prefeitura marechal
busque por título

Esportes

Tribuna Independente / Editoria de Esportes

19/09/2018 às 11:42

Olho na tabela: CSA vê rivais encostarem

Azulão encara Guarani fora de casa no sábado e sabe que uma derrota poderá alimentar esperança dos times fora do G-4 

(Créditos de imagem: Assessoria do CSA)

Lápis e papel na mão. Ou até mesmo calculadoras e laptops. De algum jeito o CSA começa a fazer contas. A gordura acabou e o time precisa vencer para não ver sua posição do G-4 ameaçada. Hoje o Azulão tem 46 pontos, pensa em fazer 61 para subir. Mas o Fortaleza é o líder com 47 pontos, e tem ainda o Goiás com 45 e os outros times goianienses, Atlético e Vila Nova com 43. O próximo adversário do time Marujo será o Guarani, que tem 41 pontos. O duelo acontece no sábado às 19h no Estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas-SP.

“Perdemos na última rodada, então sem dúvida essa partida contra o Guarani vai ser uma verdadeira decisão para a nossa equipe. A responsabilidade aumenta pela necessidade de pontuar, já que os adversários encostaram na gente. O próprio Guarani está próximo. Temos que buscar a vitória”, disse Celsinho.

Mesmo com a derrota na 27ª rodada, o Azulão segue na vice-liderança da Série B – com diferença de um ponto para o Fortaleza. A equipe de Marcelo Cabo venceu 13 jogos, empatou sete e perdeu outros sete. O aproveitamento é de 56,8%.

“Todos os setores da equipe são equilibrados. Isso faz a diferença em um campeonato como esse. Temos o segundo melhor ataque da Série B e uma defesa sólida. Além disso, nosso aproveitamento é de uma equipe que tem grandes chances de acesso. Precisamos manter isso até o fim”.

Neto Berola voltou para o departamento médico, para tratar a pancada na perna direita e fica fora do jogo de sábado. Ele fez um trabalho de transição na semana passada, mas voltou a sentir dor. A pancada foi na partida contra o Criciúma, em 25 de agosto. Saiu durante o segundo tempo. A previsão de volta é para o clássico, dia 29.

“Tratar e não deixar o jogador 100% poderá ser que volte a sentir e o prejuízo pode ser maior. Como tivemos esses dias de folga e todo o grupo está à disposição do Cabo, dá para fazer um trabalho mais profundo com Neto Berola para que volte na semana do clássico”, disse o dirigente Raimundo Tavares.

O atacante Walter está também trabalhando a parte física. Ele esteve em Goiânia tratando o joelho e já está no período de transição. Xandão, suspenso, devem ser mais um desfalque. 

Deixe seu comentário

0 comentários