Prefeitura marechal
busque por título

Marechal

Filipe Lima/Al24hs

06/02/2018 às 10:49

Assassinos confessam que mataram motorista após repercussão do caso, diz PC

 

(Créditos de imagem: )

O Grupo Investigativo da Delegacia-Geral da Polícia Civil de Alagoas (GIDG) prendeu três dos quatro suspeitos de atirar na cabeça do motorista por aplicativo José Walmir da Silva Calado, que morreu na última sexta-feira (2) após quatro dias internados no Hospital Geral do Estado.

Em contato com o GIDG, a reportagem obteve o nome dos presos – com exclusividade. São eles: Carlos Eduardo Alves da Silva, Djailton da Silva Domingos e José Pedro Tenório de Albuquerque.

Segundo o GIDG, os suspeitos foram presos em ações realizadas nas cidades de Maceió, Marechal Deodoro (região metropolitana) e Boca da Mata (Zona da Mata). Durante as prisões. Djailton foi baleado em confronto com os policiais, mas não ficou gravemente ferido. Um quarto suspeito conseguiu fugir e está sendo procurado.

A PC informou ainda que os suspeitos confessaram que são envolvidos com tráfico de drogas e que são especialistas em roubar carros para cloná-los e vendê-los no Estado de Goiás. Ao ficarem sabendo da repercussão que o caso teve, os acusados acabaram atirando em José Walmir para matá-lo e o abandonaram em um matagal em Marechal Deodoro.

O carro de José Walmir, um Volkswagen Voyage de cor branca e placa OHF 7667, ainda não foi localizado. 

Deixe seu comentário

0 comentários