busque por título

Marechal

Uol

04/08/2022 às 19:36

chave principal do Macena Open começa em Marechal Deodoro

 

(Créditos de imagem: Divulgação)

Foram definidas, na noite desta quarta-feira, as chaves principais de Duplas Masculina e Feminina do torneio profissional BT 400 do Macena Open, realizado na Praia do Francês, em Marechal Deodoro. O torneio é o maior do mundo em número de inscritos, com 1.680, e mais de 2.640 inscrições em 40 quadras, sendo 25 iluminadas. O evento tem ao todo premiação de US$ 40 mil, contando todas as disputas, sendo US$ 35 mil para o evento principal.

Entre os homens, a dupla favorita é formada pelo italiano Mattia Spoto e o francês Nicolas Gianotti, que ganharam o título em Recife (PE) no último final de semana. Eles enfrentam os brasileiros Felipe Poffo e Mateus Belo na estreia. Os cabeças de chave 2 são o italiano Tomaso Giovannini e o catarinense André Baran, número 1 do país e sexto do mundo. Eles pegam Felipe Vallim e Daniel Canellas, do Brasil, abrindo a programação noturna a partir das 19h. O número 1 do mundo, o espanhol Antomi Ramos, e o italiano Diego Bollettinari, 12º, medem forças com o venezuelano Ramon Guedez e o capixaba Alvaro Campanharo em jogo que fecha o dia na quadra central, não antes das 20h30.

Alagoas terá quatro representantes. A dupla totalmente local, vencedora do pré-quali, formada por Eurico Cahu e Gabriel Padilha, enfrenta o chileno Victor Velazquez e o jogador de Aruba, Louis Posner. Pedro Consiglio, atual vice-campeão mundial juvenil pelo Brasil, e o gaúcho Natã Porte desafiam os atuais campeões do torneio do ano passado, os paulistas Leonardo Branco e Daniel Mola, em jogo em torno das 16h na quadra central. Paulo Consiglio, irmão de Pedro, atua com Eric Pavesi e enfrentam uma dupla que virá do qualiying.

"Coincidência pois ano passado enfrentamos a dupla do Pedro Consiglio na primeira rodada. Estamos confiantes e vamos com tudo", disse Leo Branco.

No feminino, as italianas Nicole Nobile, 3ª do mundo, e Sofia Cimatti, 5ª, são as favoritas e enfrentam as convidadas Marcela Guerra e Ariana Marchezi. As cabeças de chave 2 são a paranaense Rafaella Miiller e a venezuelana Patrícia Diaz. Elas enfrentam a dupla brasileira de Maria Nakamura e Mayra Stochiero não antes das 14h30 na quadra central. Atual campeã, a paulista Sophia Chow e italiana Flminia Daina são as cabeças de chave 4 e enfrentam Brunella Paiva e Helena Andrade. As paranaenses Vitória Marchezini e Marcela Vita, cabeças de chave 3 e melhor dupla brasileira ranqueada, encaram Camila Barros e Amanda Helminsky.

"Dei uma olhada, prefiro não ficar vendo muito os jogos a frente, focada jogo a jogo. Teremos jogos duros pela frente. Torneio está diferente, era menor ano passado, mas vou tentar defender esse título ao lado da Flaminia", apontou Chow, que venceu em 2021 ao lado da cearense Marília Câmara.

Jovem de 16 anos e oitava do mundo, Marchezini comentou: "Conhecemos muito bem as meninas que enfrentaremos, teremos duas rodadas até enfrentarmos cabeças de chave, mas nossa cabeça é jogo a jogo para tentar chegar com tudo para a final."

Agatha Wanderley, paulista radicada em Maceió, faz o terceiro jogo do dia na quadra central, às 12h, ao lado de Brenda Brissac. Elas enfrentam as italianas cabeças de chave 6, Giulia Trippa e Veronica Visani.

A quinta-feira terá 40 jogos somente no torneio profissional, com a final do quali masculino e feminino e toda a primeira rodada da chave principal. O dia tem início com o evento amador por idades no juvenil e com os veteranos. O Macena Open conta com oito dos dez melhores do mundo no masculino e oito no feminino e tem atletas de nove países (Brasil, Chile, Paraguai, Espanha, Itália, França, Letônia, Aruba e Venezuela).

Final do quali a partir das 9h - As últimas vagas na chave principal serão definidas nesta quinta no masculino e no feminino.
 

Deixe seu comentário

0 comentários