Prefeitura marechal
busque por título

Marechal

IFAL

12/11/2019 às 15:52

Marechal Deodoro recebe Programa Centelha no dia 14 de novembro, para estimular ideias empreendedoras na cidade

Programa é executado em Alagoas pela Fapeal e vai destinar até R$ 57 mil para projetos saírem do papel 

(Créditos de imagem: Divulgação )

Ideias empreendedoras de Marechal Deodoro agora podem receber incentivos financeiros para saírem do papel. É o que promete o Programa Centelha, que será apresentado no Instituto Federal de Alagoas - Campus Marechal Deodoro no dia 14 de novembro de 2019, às 10h30, no auditório. O evento é aberto para qualquer pessoa interessada, estudantes, servidores, ex-alunos, estudantes de pós-graduação e toda a comunidade de Marechal Deodoro.

A inscrição pode ser feita pelo site www.marechal.ifal.edu.br.

Até 28 projetos serão contemplados em Alagoas, cada um com R$ 57 mil para desenvolver sua ideia, além de receberem outros benefícios oferecidos por parceiros do programa, como bolsas, mentorias e aceleração. O edital está aberto até o dia 2 de dezembro, no site da Fapeal. No Ifal, o programa conta com o apoio do NIT (Núcleo de Inovação Tecnológica).

"É uma iniciativa muito importante para estimular a criatividade dos nossos alunos e servidores em resolver problemas de forma empreendedora. Esperamos despertar o interesse da nossa comunidade, especialmente nas áreas de vocação da nossa escola, que são o turismo e o meio ambiente. Esperamos ter vencedores por aqui", incentiva Michely Libos, chefe do Departamento de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação do Campus Marechal Deodoro.

O programa

O Programa Centelha visa estimular a criação de empreendimentos inovadores e disseminar a cultura empreendedora em Alagoas. O programa irá oferecer capacitações, recursos financeiros e suporte para transformar ideias em negócios de sucesso.

A iniciativa é promovida pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e pela Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e o Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap), operada pela Fundação Certi. Em Alagoas, é executada pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Alagoas (Fapeal). 

Deixe seu comentário

0 comentários