Prefeitura marechal
busque por título

Marechal

gazetaweb

16/10/2020 às 11:23

Passageiro surta e tenta jogar van da Ponte Divaldo Suruagy, em Marechal Deodoro

Vítimas seguiam de Teotônio Vilela para Maceió quando ocorreu a confusão; homem não foi identificado 

(Créditos de imagem: Divulgação )

Um passageiro de uma van que seguia de Teotônio Vilela com destino a Maceió, na manhã desta sexta-feira (16), teve um surto e tentou jogar o veículo na ponte Divaldo Suruagy, no sentido capital, ao mexer no volante. Os outros passageiros tiveram que agir para não deixar que o pior acontecesse. Apesar do susto, ninguém ficou ferido.

De acordo com informações repassadas pelas vítimas, o homem teve um ataque e agrediu alguns passageiros, dentre eles, uma idosa.

"Os outros passageiros voaram em cima dele e pediram para tirar ele da van. Eu parei na ponte e descemos, a confusão continuou do lado de fora e vi a hora de todos caírem. Ele surtou do nada, disse que ia derrubar a van, que ela não ia finalizar o percurso. Ele estava muito transtornado. A situação foi difícil, mas a gente conseguiu resolver", disse o motorista da van, identificado como Ednaldo.

Em entrevista à Rádio Pajuçara, o condutor informou que teve que usar uma chave de roda para tentar se defender. "Infelizmente, tive que fazer isso para salvar todo mundo. Ele é grande e forte, a sorte que chegou um policial e conseguiu conter ele".

O motorista ainda contou que o homem, que não foi identificado, não era conhecido por nenhum ocupante do veículo. "Ele não era conhecido e nunca andou comigo", afirmou.

Uma mulher e um homem de 58 anos também foram agredidos pelo passageiro. "Eu não tinha mais força. Quando ele bateu na mulher, eu fui tirar satisfação e ele me bateu. Eu gritei para o motorista parar e o rapaz já desceu batendo em mim, foi aí que o motorista pegou a chave de roda. Se não fosse isso, a gente não estaria vivo. Ainda bem que ele não estava armado", contou um dos passageiros.

Após o ocorrido, os envolvidos foram conduzidos à Central de Flagrantes I, no bairro do Farol, onde prestaram depoimento ao delegado de plantão. No entanto, não há informações sobre o que aconteceu com o suspeito. 

Deixe seu comentário

0 comentários