Prefeitura marechal
busque por título

Marechal

AL24hs

04/05/2022 às 18:11

Vingança: Homem confessa que matou amigo após ser estuprado

 

(Créditos de imagem: Divulgação )

O acusado de assassinar e quase decapitar José Cícero dos Santos, de 43 anos, no mês passado, em Marechal Deodoro, confessou que o crime foi cometido por vingança após ser abusado sexualmente pela vítima.

Após o homicídio, a equipe do 17º Distrito Policial deu início as investigações e conseguiu identificar o autor. Poucos dias depois, o advogado do elemento entrou em contato com a polícia para providenciar seu depoimento junto à autoridade policial.

Durante a oitiva, o acusado contou detalhes sobre o crime e disse que o assassinato foi motivado por vingança. Ele relatou que na Sexta-feira da Paixão, 15 de Abril, estava com a vítima e mais um amigo consumindo bebidas alcoólicas em sua casa. Este amigo foi embora e ficaram no imóvel apenas a vítima e o acusado.

Ao acordar na manhã seguinte, o autor do crime sentiu um incômodo no ânus. Sem saber o que tinha acontecido, ele comentou sobre a situação com José Cícero. Neste momento, a vítima, de quem era amigo, teria relatado que havia consumado o ato sexual, mesmo com o amigo inconsciente devido ao consumo de álcool.

Eles discutiram e José Cícero foi embora. Se sentindo mal com a situação, o autor do homícídio relata à polícia que chegou a tentar tirar a própria vida, mas desistiu. Até que em 26 de abril, o acusado chamou José Cícero para executarem um trabalho. Ao chegar em um canavial, na área da antiga fazenda Ana Paula, ele o matou com golpes de enxada.

“Antes da vítima morrer, ele disse que o estava matando para nunca mais José Cícero cometer o ato contra ninguém. O autor do homicídio premeditou o crime após ser abusado sexualmente. Após depoimento, ele foi liberado por não ter flagrante. Conseguimos elucidar o caso uma semana após o crime. O papel da polícia foi concluído”, informou ao Alagoas24Horas, a equipe do 17º Distrito Policial. 

Deixe seu comentário

0 comentários