Prefeitura marechal
busque por título

Polícia

al24hs

06/02/2020 às 17:31

Acusado de assassinar tia asfixiada e atear fogo em residência é preso pela PC

 

(Créditos de imagem: Arquivo Pessoal)

Os policiais da Delegacia de Homicídios de Rio Largo prenderam, nesta quinta-feira, 06, o homem que confessou ter assassinado a tia, Cícera Oliveira, 53, asfixiada e depois ateado fogo à residência da vítima para simular um acidente.

Segundo informações da Delegacia de Homicídios de Rio Largo, o acusado de 40 anos, que não pôde ter a identidade revelada devido à Lei de abuso de Autoridade, foi preso em sua casa durante cumprimento de mandado expedido pela 3ª Vara Criminal da Comarca de Rio Largo.

No início da semana, o acusado foi ouvido delegado Lucimério Campos em relação a uma denúncia de calúnia sobre o incêndio que resultou na morte de Cícera Oliveira. Durante o depoimento, o elemento foi confrontado e acabou confessando que tinha matado a tia asfixiada, depois arrastou o corpo para um dos quartos da casa e ateou fogo na residência. A intenção era simular que Cícera morreu durante um incêndio.

Apesar da confissão, o acusado, na ocasião, foi liberado porque a justiça, através da 3ª Vara Criminal da Comarca de Rio Largo, não tinha expedido o mandado de prisão, solicitado pela Polícia Civil.

Hoje, o acusado foi preso e levado à Delegacia de Homicídios, onde voltou a ser ouvido pelo delegado Lucimério Campos. Ele deve ser autuado por latrocínio (roubo seguido de morte).

Após os procedimentos de praxe, ele será levado ao sistema prisional, onde ficará a disposição da Justiça. 

Deixe seu comentário

0 comentários