Prefeitura marechal
busque por título

Polícia

PC/AL

08/02/2020 às 07:45

Alagoano acusado de matar homossexual quase degolado é preso no RJ

O crime aconteceu no município de União dos Palmares em junho de 2019 

(Créditos de imagem: )

Uma ação conjunta entre a Polícia Civil de Alagoas e do Rio de Janeiro conseguiu prender no município de Niterói (RJ), o acusado de matar um homem, quase degolado, no município de União dos Palmares, em junho de 2019.

O suspeito, de 35 anos, que não pode ter a identidade divulgada, foi localizado após um trabalho de inteligência das equipes do Núcleo de Inteligência da Delegacia Geral (NIDGPC) e da Delegacia Regional de União dos Palmares (3ª DRP), sob a coordenação dos delegados Fabricio Nascimento e Valter Nascimento.

De acordo com as informações da PC de Alagoas, ele matou Antônio Manoel da Silva, que era homossexual, no dia 23 de junho de 2019, na área rural do município e depois fugiu, inicialmente para Pernambuco e depois para o Rio de Janeiro.

A vítima foi encontrada com um corte profundo no pescoço, parcialmente degolado, dois dias após desaparecer ao sair para beber com amigos no sítio Cavaco, onde morava. O

Equipes da PC de Alagoas ainda fizeram investidas no sentido de prender o criminoso em Pernambuco, mas ele conseguiu se evadir. A investigação continuou e ao descobrir o paradeiro do acusado, a Polícia Civil daquele estado foi informada que o assassino se encontrava lá e trabalhou até efetuar sua prisão nesta quinta-feira (6), em cumprimento a mandado de prisão expedido pelo juiz da 3ª Vara Criminal de União dos Palmares, Yuli Roter Maia.

Na delegacia de Niterói ele confessou ter cometido o assassinato depois de beber com a vítima.

O delegado Valter Nascimento, titular da 3ª DRP, disse que agora irá aguardar a transferência do preso para a Delegacia Regional de União dos Palmares, onde ficará a disposição da Justiça alagoana.

Uma equipe do Núcleo de Inteligência da Delegacia Geral, da PC de Alagoas, deverá se deslocar ao Rio de Janeiro para buscar o acusado. 

Deixe seu comentário

0 comentários