Prefeitura marechal
busque por título

Polícia

al24hs

30/11/2019 às 06:17

Arsenal: Segundo envolvido é preso próximo a residência onde material foi encontrado

 

(Créditos de imagem: Cortesia )

A Secretaria de Segurança Pública do Estado ainda não designou a delegacia que ficará responsável pela investigação sobre o arsenal encontrado em uma residência no bairro Antares, na parte alta de Maceió. Inicialmente o material apreendido foi encaminhado para a Divisão Especial de Investigação e Capturas (Deic), mas a informação repassada à imprensa é a de que a SSP ainda vai designar o presidente do inquérito.

Os policiais do Batalhão de Eventos (BPE) informaram que o alvo inicial do esquema criminoso era Carlos Alberto Ferreira dos Santos, 28 anos, conhecido como Clebinho da Brejal, que vinha sendo investigado pelo crime de tráfico na região do Antares. Consta no relatório do Batalhão que o acusado conseguiu fugir pelos fundos do imóvel onde reside, após perceber a presença da polícia. Por esta razão, somente Crislaine Santos Silva, de 31 anos, foi presa.

As guarnições estavam a caminho da Deic, no bairro da Santa Amélia, para a realização dos procedimentos de lavratura do flagrante quando receberam informações de que Clebinho estava rondando a residência. Os militares retornaram, cercaram-no e o prenderam com um pacote contendo um quilo de uma substância semelhante à cocaína.

No final da manhã desta sexta-feira, 29, policiais militares retornaram ao local para verificar se havia alguma movimentação. O imóvel estava aberto, um veículo estacionado na garagem e sem indícios da presença de outras pessoas.

Moradores do Loteamento Casa Forte disseram extraoficialmente que o imóvel pertence a um casal que mora em Arapiraca. Há cerca de quatro meses a casa foi alugada, mas os proprietários não faziam ideia do que estava ocorrendo por lá. No interior do imóvel, que possui obra inacabada, poucos móveis e utensílios domésticos.

Versão da suspeita

Crislaine Santos Silva disse à imprensa que havia uma promessa de receber uma grande quantia em dinheiro para guardar o armamento em casa. Na ocasião de sua prisão ela disse que o marido trabalha no interior e não quis entrar em detalhes sobre quem seriam os contratantes.

Apreensões

Na lista de armamentos encontrados na casa estão três fuzis que, segundo a polícia, custam aproximadamente 50 mil, cada. Além disso, foram encontrados na residência: três pistolas; três sub-metralhadoras; dois rifles; 1,852 Kg de crack; 1,032 Kg de cocaína; 39 balaclavas; 45 camisas da Polícia Civil, nas cores preta e cinza; quatro balanças de precisão; 10 coletes balísticos; mais de duas mil munições de diferentes calibres; carregadores e um radiocomunicador. 

Deixe seu comentário

0 comentários