Prefeitura marechal
busque por título

Polícia

AL24HS

16/06/2022 às 08:33

Corpos com marcas de tiros e algema são descobertos em estrada vicinal da Santa Amélia

 

(Créditos de imagem: Jorge Farias)

No final da manhã desta quarta-feira, 15, os corpos de dois homens foram descobertos em uma via perpendicular à Av. Jorge Montenegro de Barros, no bairro da Santa Amélia, parte alta de Maceió, nas proximidades de um posto de gasolina.

Segundo informações, um popular passou pelo local de carro – uma estrada vicinal de difícil acesso que liga o bairro à Fernão Velho – e avistou os dois cadáveres, ambos trajados apenas com bermudas, correntes e aneis. Um deles estava também algemado. O homem, então, acionou uma viatura que fazia rondas na região e informou aos militares sobre o que tinha visto.


Polícia Militar e Polícia Civil foram até o lugar indicado e conversaram com testemunhas, que disseram ter ouvido disparos por volta das 23h30 e que viram um carro preto saindo do local na noite de ontem (14). A Polícia Civil irá averiguar imagens de câmeras de segurança de um condomínio da região para coletar mais informações.


Polícia Científica (Polc) e Instituto Médico Legal (IML) também foram acionados e afirmaram que uma das vítimas havia sido alvejada com três disparos de arma de fogo na cabeça e possui indícios de que houve tentativa de queimá-la. O outro apresenta quatro lesões de arma de fogo na cabeça e uma no tronco.


“Tudo indica que houve tentativa de atear fogo à vítima que estava algemada, porque o solo está com marcas de incêndio. O homem, no entanto, está somente com uma leve queimadura na cabeça. Ele, provavalmente não foi queimado porque a chuva apagou o fogo”, explicou um perito que esteve no local.


Até o momento ainda não foi possível determinar as identidades dos indivíduos, nem se eles foram mortos ou apenas tiveram seus corpos desovados ali.

O caso será investigado pela Delegacia de Homicídios e Proteção a Pessoas (DHPP) e os corpos recolhidos à sede do IML para realização dos procedimento necessários. 

Deixe seu comentário

0 comentários