busque por título

Polícia

al24hs

15/09/2020 às 07:06

Presos passam mal devido à superlotação em presídio da capital

 

(Créditos de imagem: Reprodução )

Um vídeo que circula nas redes sociais mostra reeducandos do Presídio Cyridião Durval recebendo atendimento no chão após sofrerem falta de ar devido à superlotação das celas. NO vídeo, um suposto agente penitenciário afirma que os presos foram retirados da cela por não conseguirem respirar devido à superlotação.

O suposto agente ainda acusa o governador Renan Filho de ignorar a situação dos presídios do Estado. No vídeo é possível ver cinco reeducandos, aparentemente com crise de falta de ar. Eles estão deitados enquanto são questionados por uma enfermeira.

A Defensoria Pública do Estado informou que o defensor público e coordenador do Núcleo de Acompanhamento da Execução Penal e Prisões Provisórias da Defensoria Pública, Ricardo Anízio Ferreira de Sá, oficiou os responsáveis pela gestão penal no Complexo Penitenciário de Maceió e do Presídio Masculino Cyridião Durval, requerendo informações sobre os presos que aparecem passando mal dentro da unidade. A Instituição cobra informações sobre as identidades e saúde dos reeducandos, se foi realizado o teste do Covid-19 e sobre a prestação de assistência médica, que é direito fundamental de todas as pessoas privadas de liberdade.

Questionada pela reportagem do Alagoas 24 horas, a assessoria da Secretaria de Ressocialização emitiu a seguinte nota:

A Secretaria da Ressocialização e Inclusão Social (Seris) esclarece que os cinco reeducandos que se encontravam reclusos no Presídio Masculino Cyridião Durval e Silva e apresentaram mal-estar no último sábado (12) foram prontamente atendidos por equipe da Gerência de Saúde da Seris, sendo transferidos, por precaução, ao hospital de campanha do sistema prisional alagoano. Eles já não apresentavam nenhuma queixa no mesmo dia do atendimento. Contudo, todos seguem sob observação e irão passar por uma nova avaliação médica nesta segunda-feira (14). Um processo administrativo será aberto para se apurar as circunstâncias do episódio. 

Deixe seu comentário

0 comentários