Prefeitura marechal
busque por título

Saúde

TNH1

23/11/2019 às 05:40

Bebê que foi abandonado em saco de lixo apresenta melhora e deixa UTI

 

(Créditos de imagem: Divulgação )

Após mais de dois meses internado na Maternidade Santa Mônica, em Maceió, o bebê deixado dentro de um saco plástico, numa calçada da Rua da Paz, no Trapiche, foi transferido de setor e o estado de saúde é considerado estável.

O recém-nascido que deu entrada na unidade hospitalar no dia 4 de setembro em estado grave estava na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal (UTIN) e, desde a última segunda-feira, 18, se encontra na Unidade de Cuidados Intermediários (UCI). Ele apresentou melhora e já respira sem ajuda de aparelhos de oxigênio.

Ainda segundo o hospital, o bebê está pesando 3,1 kg e passa por um processo de transição na alimentação da sonda para a mamadeira. Apesar do quadro estável, a data da alta médica ainda não está prevista pela equipe médica.

Os médicos também informaram que após a alta ele vai necessitar de "seguimento com equipe multidisciplinar (fisioterapeuta, fonoaudiólogo e terapeuta ocupacional), neuropediatra para acompanhamento do desenvolvimento neuropsicomotor, além de pediatra geral e Pneumopediatra, devido ao quadro de broncodisplasia, consequências de sua exposição a condições inadequadas após o nascimento e ao uso de ventilação mecânica por mais de dois meses".

A mãe da criança e responsável pelo abandono já foi ouvida pela polícia e alegou que a deixou para trás por acreditar no óbito dela, já que ela não teria chorado ou tido qualquer tipo de reação após o parto. Ela também revelou que escondeu a gravidez do pai do bebê e estava sozinha no momento em que deu à luz.

O inquérito já foi finalizado pela delegada Adriana Gusmão, da Delegacia de Crimes Contra a Criança e o Adolescente (DCCCA), e encaminhado à Justiça. Como não houve o flagrante, a mulher vai responder em liberdade.  

Deixe seu comentário

0 comentários