Prefeitura marechal
busque por título

Saúde

gazetaweb

16/01/2019 às 08:21

Distribuição de vacinas está suspensa em todos os municípios de Alagoas

Segundo a Sesau, houve um problema técnico em câmara de resfriamento que armazena as doses; vacinação deve ser retomada na próxima segunda 

(Créditos de imagem: Ilustração)

A distribuição de vacinas está suspensa em todos os municípios de Alagoas. Segundo a Secretaria de estado da Saúde (Sesau), houve um problema técnico na câmara de resfriamento que fica na Central do Programa Nacional de Imunização em Maceió. A previsão é de que a vacinação seja retomada somente na próxima segunda-feira (21).

A reportagem da TV Gazeta apurou que, em algumas unidades de saúde, as doses já estão em falta, inclusive. No município de Matriz de Camaragibe, no Norte do estado, mães denunciaram que não estão conseguindo vacinar os filhos.

Na entrada de uma unidade de saúde da cidade, um aviso mostrava os dois tipos de vacina que estão em falta: DTP e Penta. O Município diz que, desde dezembro, o Estado não envia mais vacinas. "Estamos trabalhando com a vacina de dezembro, e as doses do rotavírus e da Vip estão prestes a acabar", disse uma funcionária.

A Sesau já mandou um comunicado para todas as unidades de saúde, avisando que a distribuição de vacinas para os 102 municípios está suspensa. Isso porque houve um problema técnico na câmara de resfriamento, que fica na Central do Programa Nacional de Imunização em Maceió.

"Entre os dias 3 e 4 de janeiro, a temperatura da câmara começou a oscilar de forma muito inesperada e, no dia 4, foi constatado que tinha uma peça que, se não trocasse imediatamente, ela iria parar de vez, e correríamos o risco de perder todas as vacinas. Desde o dia 4, estamos comunicando aos municípios que deixaríamos de distribuir as doses possíveis de aprazamento, ou seja, as que podem ser administradas depois, sem prejuízo, e priorizamos a distribuição dos soros e das imunoglobulinas", esclareceu a superintendente de Vigilância em Saúde, Mardjane Alves.

O Estado salienta, no entanto, que o problema já foi resolvido e que não houve perda de vacinas. "A câmara já está funcionando desde ontem e se encontra na temperatura adequada. Precisamos só aguardar mais 48 horas para que se estabilize. Não houve perda porque monitoramos com muito cuidado o processo de resfriamento e, logo que percebemos que haveria risco, os imunobiológicos foram retirados e colocados em uma câmara temporária", reforçou Mardjane.

Ainda conforme a Sesau, a previsão é de que a distribuição das vacinas seja retomada na próxima segunda-feira.

 

Deixe seu comentário

0 comentários