Prefeitura marechal
busque por título

Saúde

Gazetaweb

30/06/2021 às 08:46

Ocupação de leitos de UTI para Covid-19 recua para 67% e Maceió sai do nível considerado crítico

Recuo de ocupação de leitos de UTI no interior do Estado foi maior, mas a taxa segue em nível preocupante 

(Créditos de imagem: Imagem meramente ilustrativa )

A taxa de ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) exclusivos para tratamento de Covid-19 em Maceió recuou doze pontos percentuais em uma semana, atingindo 67% nesta terça-feira (29), segundo boletim divulgado no início desta noite, pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesau). Com isso, a rede hospitalar da capital sai do nível considerado crítico. Atualmente, segundo o documento do órgão, 147 dos 220 leitos de UTI estão ocupados. Há uma semana, essa ocupação era de 173 unidades.

O boletim da Sesau aponta ainda que a taxa de ocupação de UTI para tratamento de Covid-19 teve um recuou de 14 pontos percentuais no interior - até maior que o registrado na capital - para 81%, nível considerado ainda crítico pelas autoridades de saúde. De acordo com a secretaria, atualmente, 146 dos 180 leitos de UTI estão ocupados. Há uma semana, eram 161. Nesse período, foram criados mais 10 leitos de UTI exclusivos para tratamento de Covid-19 no interior.

Em todo o Estado, a taxa de ocupação de UTI recuou treze pontos percentuais, para 73%, o que significa que 293 dos 400 leitos de UTI estão ocupados atualmente.

Apesar do recuo, quatro municípios no interior do Estado seguem com ocupação de UTI para Covid-19 esgotada. É o caso de Arapiraca, onde as 75 vagas estão ocupadas, Santana do Ipanema (15 leitos estão ocupados), São Miguel dos Campos (20 vagas) e Coruripe, que está com todos as 15 vagas de UTI ocupadas. 

Deixe seu comentário

0 comentários