Prefeitura marechal
busque por título

Saúde

Noticias ao minuto

29/11/2019 às 14:49

Saiba os riscos de um entupimento arterial sofrido por Galvão Bueno

Entenda a relação entre infarto e entupimento arterial, quadro que gerou mal-estar ao narrador
 

(Créditos de imagem: © Reprodução / TV Globo)

Onarrador Galvão Bueno passou mal, recentemente, em Lima, no Peru, onde narraria a final da Libertadores entre Flamengo e River Plate e foi submetido a um cateterismo, procedimento visa desobstruir uma artéria do coração que esteja interrompendo o fluxo sanguíneo regular. Mas o que leva ao entupimento arterial e qual a relação do quadro com o infarto? Como prevenir esse diagnóstico?

Números da Organização Mundial da Saúde (OMS) apontam as doenças cardiovasculares como a principal causa de morte no mundo. No estudo mais recente, de 2015, a totalidade de mortes envolvendo essas enfermidades alcançou 17,7 milhões, representando 31% das mortes registradas em âmbito global.

Abaixo, a médica cardiologista pós-doutora em cardiologia pela Universidade de Harvard e especialista em medicina esportiva, dra. Renata Castro, esclarece a relação entre infarto e entupimento de artérias coronárias, listando causas, sintomas e fatores de risco - tópicos que podem a ajudar a salvar vidas.

Infarto: É a falha de oxigenação em uma área do coração, gerando morte das células daquela região.

Causa do infarto:
A principal causa de infarto é o entupimento de uma das artérias coronárias – vasos responsáveis por levar sangue para o músculo cardíaco.

Entupimento de artérias coronárias: Esse entupimento ocorre por ruptura de uma placa de aterosclerose, ou seja, uma placa de gordura formada no interior do vaso.

Consequências do entupimento arterial:
Essa placa de gordura formada no interior do vaso dificulta a passagem de sangue e pode gerar os sintomas de angina (dor torácica) e cansaço que com frequência ocorrem em pacientes com placas coronarianas.

Fatores de risco para formação das placas: A aterosclerose ocorre por processo multifatorial. Fatores como tabagismo, obesidade, dieta inadequada, sedentarismo, hipertensão e diabetes. Fatores genéticos e o próprio envelhecimento também contribuem para a aterosclerose.

Prevenção: Por todos esses fatores, é importante manter uma vida saudável e controlar os fatores de risco.  

Deixe seu comentário

0 comentários