busque por título

Tecnologia

07/02/2020 às 09:37

Brasil é uma das principais referências de e-Sports da América Latina

 



Terceiro país com maior número de jogadores de e-Sports no mundo, o Brasil desponta como uma das principais potências de esportes eletrônicos. Não por acaso grandes empresas e clubes de destaque do futebol brasileiro estão investindo nessa modalidade no país. Além disso, o Brasil sedia alguns dos principais eventos de e-Sports do mundo.

O perfil do jogador de e-Sports no Brasil: mulheres são a maioria

De acordo com Sérgio Sá Leitão, ex-ministro da Cultura do Brasil, dos 2,3 bilhões de jogadores de esportes eletrônicos no mundo, o Brasil conta com 66 milhões — é o terceiro país que com mais praticantes da modalidade a nível mundial. Na produção de games, o país é o líder da América Latina e 13º do mundo.



Um levantamento realizado pela Pesquisa Game Brasil (PGB) em 2019 — em parceria com os grupos Sioux Group, Go Gamers, Blend e ESPM — mapeou o conhecimento dos jogadores brasileiros em e-Sports. Dos 3.251 entrevistados (todos com hábito de jogar jogos eletrônicos) pela PGB 2019, 60,3% disseram conhecer e-Sports com afinco.

Com relação aos espaços de consumo, 60,6% dos entusiastas afirmaram assistir partidas via streaming pelo YouTube, seguido por Facebook (38,4%), TV paga (34%) e Twitch (21,2%). Também vale destacar a faixa etária padrão dos jogadores brasileiros: a maioria dos entrevistados se concentra entre 25 e 34 anos.

De acordo com a PGB 2019, 53% dos gamers no Brasil são mulheres e a preferência da maioria do público feminino é jogar pelo o smartphone. Já a plataforma preferida do público masculino é o console de mesa (os tradicionais, como PlayStation 4, Xbox One e etc).

No entanto, a pesquisa aponta que os homens conhecem mais os e-Sports que as mulheres. Do número total das mulheres que votaram na pesquisa, 49,3% afirmaram conhecer a modalidade. Do lado do publico masculino, 90% disseram ter conhecimento sobre e-Sports.

Equipe de LoL do Flamengo é uma das melhores da América Latina


Assim como em outros países, clubes do futebol brasileiro estão investindo em e-Sports nos últimos anos. No Brasil, o melhor modelo na parceria e-Sports e time de futebol é o Flamengo, atual campeão da Copa Libertadores da América, do Brasileirão e vice-campeão do Mundial de Clubes contra o Liverpool.

De acordo com um levantamento realizado pelo Twitter Gaming, a equipe de esportes eletrônicos do rubro-negro carioca foi a 8ª mais comentada do Twitter em 2019. Isso porque, além do alto número de torcedores do Flamengo no Brasil, o time de League of Legends (LoL) da equipe carioca é um dos melhores da América Latina e atual campeão brasileiro na modalidade.

Com o resultado, o Flamengo se classificou para Campeonato Mundial de League of Legends, que está entre os cinco maiores prêmios da história do e-Sports. Porém, a equipe rubro-negra não foi bem no evento internacional e se despediu precocemente do Mundial de LoL 2019.

“O Flamengo é sem dúvida um dos times que tem mais audiência nos nossos jogos. A comunidade é muito engajada e encontrou no LoL mais um lugar do Clube do coração. Certamente o engajamento do público do Flamengo teve um efeito dentro do CBLoL (Campeonato Brasileiro de League of Legends) que é muito interessante”, analisa Carlos Antunes, diretor de diretor de e-Sports da Riot Games.

Recentemente, a empresa Simplicity Esports and Gaming Company, uma das maiores do mundo no segmento de esportes eletrônicos, assumiu a equipe do Flamengo de e-Sports. A empresa é comandada por Jed Kaplan, mesmo dono do Memphis Grizzlies — equipe da NBA. Além disso, a equipe brasileira Team oNe vai gerir o Flamengo em parceria com a Simplicity Esports.

World Electronic Sports Games (WESG) no Rio de Janeiro

O Rio de Janeiro sediará as finais da World Electronic Sports Games (WESG) 2020, considerada as Olimpíadas dos e-Sports. O evento aconteceria no dia 15 de fevereiro, mas foi adiado pela organização e ainda está sem data definida para acontecer.

As finais da WESG 2020 no Rio serão dos seguintes jogos: Dota 2, Counter-Strike: Global Offensive (feminino e misto), StarCraft II, Pro Evolution Soccer 2020 (PES 2020). Os campeões irão representar o continente no Mundial de e-Sports, que será em Chongqing, na China — berço dos esportes eletrônicos no mundo.
 

Deixe seu comentário

0 comentários