Prefeitura marechal
busque por título

Tecnologia

Noticias ao minuto

18/07/2018 às 09:44

'Dr. Bumbum' fazia avaliações de pacientes pelo WhatsApp

Denis Cesar Barros Furtado tem mais de 600 mil seguidores nas redes sociais
 

(Créditos de imagem: © Pixabay)

O médico Denis Cesar Barros Furtado, conhecido por Dr. Bumbum, costumava fazer os atendimentos por meio do aplicativo WhatsApp. O suspeito está sendo investigado pela morte da bancária Lilian Calixto, de 46 anos, após um procedimento estético realizado na casa dele no último sábado (14)..

De acordo com o G1, Denis tem mais de 600 mil seguidores nas redes sociais. Os procedimentos estéticos eram oferecidos no Rio, São Paulo e Brasília.

"Você faz tudo por Whataspp. Fala com a Renata, a secretária dele, tudo passado por lá. Você manda foto, faz uma avaliação pelo whatsapp mesmo. Eu acho ele bem carniceiro nessa parte. Chega lá, a avaliação é feita pelo celular então não é uma avaliação 100%, né?", explicou um paciente que não quis se identificar.

A bancária Lilian morreu neste domingo (15) após passar por um procedimento estético no dia anterior. O caso ocorreu na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio. A Polícia Civil e o Conselho Regional de Medicina do Rio (Cremerj) estão investigando a morte.

Denis teve a prisão decretada pela Justiça, mas está foragido. Ele já teve oito passagens pela polícia, incluindo homicídio doloso (quando há a intenção de matar). A mãe dele, Maria de Fátima Furtado, também está sendo procurada. A terceira pessoa investigada, Renata Cirne, de 19 anos, que é namorada do médico, foi presa. Ela se apresentava como secretária do médico, mas negou participação na morte de Lilian. 

Deixe seu comentário

0 comentários