Candidato Digital
busque por título

Tecnologia

Olhar Digital

13/09/2018 às 17:10

iPhone XS e XR: três boas surpresas e três decepções dos novos smartphones

 

(Créditos de imagem: The Verge)

A Apple apresentou o iPhone XS, XS Max e XR nesta quarta-feira, 12, cercada de expectativa. Os novos modelos prometem agradar os consumidores com ficha técnica poderosa e recursos avançados de sistema operacional e câmera. Por outro lado, há quem se decepcionou com as novidades de 2018 da fabricante.

Para te ajudar a conhecer melhor os lançamentos, o Olhar Digital reuniu os principais pontos positivos e negativos dos novos smartphones da Apple. Os modelos ainda devem demorar a chegar no Brasil, mas já é possível levar as informações abaixo em conta para decidir se vale a pena ou não esperar por eles. Confira:

Pontos positivos

- Função dual-chip

Após mais de uma década, a Apple finalmente resolveu lançar um telefone com suporte a dois chips de operadoras. No entanto, haverá algumas diferenças significativas. Na maior parte dos países, os iPhone XS, XS Max e XR usarão apenas um chip físico, enquanto o seguindo será uma versão virtual (o e-SIM). Já na China, o telefone contará com as duas gavetinhas tradicionais.

Até o momento, não se sabe qual versão será lançada no Brasil e nem sequer se o país terá suporte ao Dual-SIM. Entretanto, seja qual for a tecnologia escolhida, o aparelho da Apple conseguirá manter os dois chips ativos, permitindo que o usuário receba ligações e envie SMS em ambos os números.

- Tela gigante

A Apple sempre foi bastante relutante em alterar o tamanho da tela dos seus smartphones. No entanto, a companhia lançou dois modelos com displays maiores do que as 5,8 polegadas do iPhone X. A começar pelo modelo de entrada, o XR, que terá uma tela LCD de 6,1 polegadas que promete oferecer um espaço extra para o usuário, sem que o corpo do aparelho seja gigante.

O grande destaque do evento, contudo, foi o iPhone XS Max e suas 6,5 polegadas. Com tecnologia OLED, o modelo promete oferecer cores mais vibrantes e tons de preto muito mais realísticos. Além disso, o modelo traz suporte a tecnologias como o HDR 10, Dolby Vision, True Tone e ampla tonalidade de cores.

- Mais opções de cores (iPhone XR)

Outro ponto em que a Apple é bastante cautelosa é a adoção de novas cores para o corpo do aparelho. No entanto, o iPhone XR mudou essa tradição: o modelo estará disponível nas opções preto, vermelho, amarelo, azul e coral. Para se ter uma ideia, os top de linha de 2017 chegou apenas nas tonalidades branco e cinza espacial.

Pontos negativos

- Poucas mudanças

Como boa parte das “gerações S”, o iPhone XS e XS Max trouxeram apenas atualizações em relação ao iPhone X. No entanto, a Apple foi relativamente mais conservadora nos novos smartphones, não apresentando nenhuma funcionalidade ou tecnologia nos smartphones e focando meramente na tela e na ficha técnica.

Embora trouxesse poucas mudanças visuais, o iPhone 6S foi o responsável por introduzir o 3D Touch nos telefones da Apple, o que alterava consideravelmente a experiência do usuário. Já o iPhone 5S, por exemplo, foi o primeiro telefone da companhia com o leitor de digitais Touch ID. No iPhone XS, a Apple ficou devendo alguma novidade.

- Sem carregamento rápido

Os principais rumores apontavam que a Apple finalmente iria introduzir um novo acessório com carregamento rápido para os iPhones XS e XS Max. No entanto, a companhia irá repetir o mesmo carregador clássico de 5W. A companhia sequer adotou o conector USB-C para a outra extremidade do cabo lightning, o que torna o acessório incompatível com as últimas gerações de MacBooks.

A ausência do carregamento rápido é ainda mais grave se comparados aos concorrentes Android. Há alguns anos, os aparelhos de diversas fabricantes, como Samsung, Motorola e Google, possui suporte a tecnologia de recarga rápida de bateria. Nos modelos mais recentes, como os da Oppo, é possível conseguir horas de autonomia com apenas 10 minutos de recarga.

- Preço altíssimo

Os smartphones da Apple nunca foram baratos, mas a empresa subiu ainda mais os preços nos Estados Unidos. Embora rumores indicavam que a empresa manteria o teto de US$ 999, o iPhone XS Plus chegará às lojas por US$ 1.099. O mesmo ocorreu com o iPhone XR, que era aguardado por US$ 649, mas chegou por US$ 749.

Por enquanto, a companhia ainda não revelou nenhuma previsão de chegada ao Brasil e nem valores. Entretanto, com dólar nas alturas e aumento da carga tributária, é bastante provável que os novos modelos sejam os iPhones mais caros da história no país. 

Deixe seu comentário

0 comentários