Prefeitura marechal
busque por título

Polícia

Gazetaweb

12/03/2021 às 07:04

Bandidos invadem residência, atiram à queima-roupa e matam idoso durante assalto na Pitanguinha

Outro homem de 57 anos foi atingido um disparo na perna e foi socorrido; caso ocorreu nessa quinta-feira 

(Créditos de imagem: ilustração )

Um homicídio e outra tentativa de homicídio foram registrados na noite dessa quinta-feira (11), no bairro da Pitanguinha, em Maceió. Criminosos armados invadiram uma residência e mataram com tiros à queima-roupa um idoso e deixou outra pessoa ferida, durante um assalto. Após o crime, os suspeitos empreenderam fuga. Ninguém foi preso até o momento.

Segundo informações do Centro Integrado de Operações da Segurança Pública (Ciosp), militares do 4º Batalhão de Polícia Militar (BPM) estiveram no local e constataram o fato. Conforme o relato, as vítimas estavam na residência quando foram abordadas por dois indivíduos que anunciaram o assalto. A dupla exigiu dinheiro e objetos de valor dos familiares.

Ainda segundo o relato policial, depois que os criminosos conseguiram render toda a família perguntaram quem seria o dono de um veículo modelo Amarok que se encontrava na garagem da residência. Depois que o idoso se identificou como proprietário do carro e afirmou que entregaria a chave, houve reação de um dos assaltantes, que disparou à queima-roupa contra as vítimas.

O idoso identificado como Emilson Apolinário Leite, de 62 anos, foi atingido por dois tiros, sendo um na cabeça e outro na escápula. Ele não resistiu aos ferimentos e morreu no local. A outra vítima, também do sexo masculino, de 57 anos, sofre um disparo de arma de fogo na perna e foi socorrido. No relatório da PM não consta o estado de saúde nem a identidade da segunda vítima.

Não há informações sobre se os bandidos conseguiram roubar pertences das vítimas. Após o crime, os suspeitos empreenderam fuga.

Diante do ocorrido, policiais da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) foram acionados e devem investigar o caso. Uma equipe do Instituto de Criminalística (IC) e Instituto Médico Legal (IML) estiveram no local para realização dos procedimentos cabíveis.
 

Deixe seu comentário

0 comentários