busque por título

Saúde

Agência Alagoas

14/10/2023 às 12:41

Presas recebem consultas para rastreamento do câncer de mama

Ao todo dez mulheres, na faixa etária entre 50 e 69 anos, passaram pelos exames de mamografia nessa sexta-feira (13) promovidos pela Sesau 

(Créditos de imagem: Divulgação )

Em alusão ao Outubro Rosa, mês voltado para a conscientização sobre o combate ao câncer de mama e de colo de útero, a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) promoveu, nesta sexta-feira (13), um mutirão de mamografias para as presas do Presídio Feminino Santa Luzia. A ação ocorreu no Centro de Diagnóstico e Imagem (Cedim), unidade de apoio assistencial da Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas (Uncisal), em Maceió, visando a prevenção e rastreamento do câncer de mama.

O secretário de Estado da Saúde, médico Gustavo Pontes de Miranda, ressaltou que, a realização do mutirão de mamografias voltado para as mulheres privadas de liberdade levou em consideração a Portaria Interministerial Nº 1, expedida em janeiro de 2014 pelos Ministérios da Saúde (MS) e da Justiça (MJ), que preza pela garantia do acesso à saúde. “Seguimos as diretrizes da Política Nacional de Atenção Integral à Saúde das Pessoas Privadas de Liberdade no Sistema Prisional, no âmbito do SUS [Sistema Único de Saúde], no sentido de garantirmos que as reeducandas recebam assistência na área da saúde de forma integral e multidisciplinarmente”, destacou o gestor da saúde estadual.

De acordo com a assessora técnica da Sesau, Lavínia Helena, a ação faz parte de uma parceria da Sesau com a Secretaria de Estado da Ressocialização e Inclusão Social (Seris). Ao todo, dez mulheres, na faixa etária entre 50 e 69 anos, realizaram os exames e, até o mês de dezembro, também serão realizados exames de ultrassonografia.

“Hoje, estamos aqui no Cedim para acompanhar a realização de mamografias de rastreamento das reeducandas. A mamografia é um exame muito importante no rastreamento do câncer de mama. Estamos no mês de conscientização do Outubro Rosa e uma das nossas ações foi a aproximação dessas mulheres para estar oportunizando esses exames de diagnóstico”, disse Lavínia Helena.

Segundo o assessor técnico de Políticas Transversais da Gerência de Atenção Primária da Sesau, Sidney Santos, além da realização dos exames de mamografia, as mulheres também terão um retorno para avaliação. Com isso, segundo ele, os resultados dos exames serão avaliados e, no caso de haver algum diagnóstico positivo para o câncer de mama, a paciente será encaminhada para realizar o tratamento.

“Hoje, a Sesau tem um convênio firmado entre a Seris, com o objetivo de promover a saúde dos reeducandos, tanto o público masculino, como o feminino. Nesse sentido, essas ações ocorrem por meio de um termo de cooperação técnica, conforme determina a Política Nacional de Atenção Integrada à Pessoa Privada de Liberdade”, ressaltou Sidney Santos.


Deixe seu comentário

0 comentários